quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Tupac Shakur - Dying 2 Live (Morrendo para Viver): Teorias

Tupac Shakur
O rapper americano Tupac Shakur (2Pac), é considerado por muitos críticos, músicos e membros da indústria fonográfica como o maior rapper de todos os tempos.
Além de rapper, era ator e ativista social. O seu trabalho é conhecido por defender a igualdade política, econômica, social e racial.
Porém sua carreira foi muito conturbada, tanto por causa das brigas em que se metia, tanto nas idas e vindas dos tribunais. Tupac foi assassinado em setembro de 1996, em Las Vegas, com 7 tiros. Futuramente, postarei um Especial sobre a carreira de Tupac.
Mas vamos nos ater ao fato: ele lançou, em vida, 5 álbuns, mas deixou muitas músicas gravadas em estúdio, o que resultou em pelo menos em mais 9 álbuns póstumos, e mais estão por vir.
E é sobre um dos álbuns lançados em vida, Makaveli, para ser mais claro, que vou comentar aqui.




A pergunta que não se cala é: Tupac ainda pode estar vivo?
São tantas evidências em seu último disco, e tantas músicas lançadas após sua morte, que questões como esta são debatidas até hoje, 15 anos após sua "morte".
O álbum se chama "Makaveli, the Don Killuminati - the 7 Day Theory, e os envolvidos no projeto diziam que o álbum não era para ser lançado, era uma coisa mais 'underground', mas a emoção e a raiva mostradas no álbum foram tão marcantes que resolveram por melhor lança-lo. Foi o último projeto que Tupac acompanhou em vida, e foi lançado 1 mês após sua morte.
Ele é cercado por curiosidades e mistérios, a começar pelo título: Tupac alterou seu pseudônimo de 2Pac para Makaveli, uma clara referência à Nicolau Maquiavel, escritor, historiador e poeta, nascido em Florença, na Itália Renascentista, que escreveu livros como 'O Princípe' e 'A Arte da Guerra'.
No interior do encarte do disco, está escrito Exit: 2Pac, Enter: Makaveli.
Na capa do disco, Tupac está crucificado, o que dá a entender que está ligado a algo como a ressurreição de Jesus Cristo, e no interior do encarte, o produtor executivo é Simon (Simão); nunca se ouviu falar desse Simon no mundo fonográfico, mas aí que está o detalhe, Simão era o primeiro nome de Pedro, um dos apóstolos de Jesus, e o primeiro a testemunhar a ressurreição de Cristo.


O primeiro single lançado foi 'Hail Mary', que também é cercado por fatos intrigantes.





Psicólogos dizem que a música 'Hail Mary' seria como um tipo de premonição. No início da música, ouvem-se o badalar de sinos, do tipo que ocorre em um funeral. No clipe, Tupac não aparece em nenhum momento, mas aparece uma lápide escrita Makaveli, que em determinado momento se rompe com um raio e dá a impressão que alguém se levanta do túmulo.


Momento da "ressurreição"


De uma olhada como o título '7 Day Theory' (teria do sétimo dia) são marcantes.


- Tupac foi baleado 7 meses depois do lançamento de seu penúltimo álbum 'All Eyez on Me'
- Tupac levou 3 tiros no dia 7 de setembro, e morreu no hospital 7 dias depois.
- O álbum 'Makaveli' foi completamente terminado num total de 7 dias no mês de Agosto de 1996.
- Tupac morreu com 25 anos (2 + 5 = 7).
- A hora de sua morte foi as 4:03 PM (4 + 3 = 7).
- O dia de aniversário de Tupac era 16 (1 + 6 = 7).
- O grupo de Tupac, os Outlawz, tinham 7 membros.
- Na primeira faixa do disco Makaveli, 'Bomb First', ouve-se seis tiros, e quando começa a música, o sétimo.
- No clipe 'Toss it Up', ele quebra um espelho com um taco de beisebol, ou seja, 7 anos de azar.
- Tupac tinha tatuado uma cruz em suas costas, e também estava escrito "Exodus 16:31", e logo abaixo estava escrito "então o povo descansou no sétimo dia...". Todo o Exodus 16 lida com o sétimo dia.
- Ele já tinha todo esse pensamento em seu álbum anterior, 'All Eyez on Me', na música 'Heartz of Men', ela tem 3 minutos e 13 segundos (3 + 1 + 3 = 7), e foi uma das primeiras músicas que ele diz que ressucitou (... i died and came back...)









Agora, vamos analisar o seu novo pseudônimo, "Makaveli".
Pórem, veremos que a idéia de Nicolau Maquiavel já era anterior ao álbum, e tomou uma dimensão enorme.
Só pra entender: Nicolau Maquiavel dizia em suas obras que para ser vitorioso, você precisaria iludir seus inimigos, forjando até sua morte, se necessário, para depois derruba-los.


- Na música 'Life Goes On', ele fala sobre o seu próprio funeral.
- No vídeo de 'I Ain't Mad At Cha', mostra ele sendo baleado em frente a um local público, algo bem similar ao que ocorreu.
- Em algumas entrevistas, Tupac dizia que estava cansado da fama e das perseguições, e queria parar. E qual maneira seria essa?
- Na música 'Ambitionz Az a Ridah', ele canta: "... fugi dos policiais porque sei que estão atrás de mim, estou com medo de reaparecer, estive sumido por muitos anos e voltei agora...".
- Na música 'Ain't Hard 2 Find', ele diz: "...eu ouvi rumores de que eu morri, assassinado à sangue frio... mas aquilo era invenção..."
- Na música 'Made Niggaz', ele canta "... foda-se quem não entende meu plano pra ficar rico...".
- No álbum de outro rapper - Richie Rich - em uma música chamada 'Niggas Done Changed', Tupac diz: "...eu fui baleado e assassinado, não posso lhe explicar exatamente o que aconteceu, mas os responsáveis terão o que merece...".
- E no álbum do Bone Thugs 'n' Harmony, chamado "Art of War' (o nome de um dos livros de Maquiavel), que foi lançado 2 anos após sua morte, na música 'Thug Luv', ouve-se Bizzy Bone cantar "...he's alive, he's alive...", e também Tupac se orgulhou ao falar que viu o o especial sobre sua vida e morte no programa America's Most Wanted. Mas o programa foi ao ar 1 ano após sua morte.
- Nos clipes 'Toss it Up' e 'To Live and Die in LA', Tupac usava tênis que foram lançados após sua morte.


Será que haverá o retorno de Tupac?


Já forma ditas várias possíveis datas para o seu retorno, porém nenhuma estava correta.
Mas o que será que Tupac queria dizer com tantas idéias de ressurreição, conspiração e coinscidências?
Vamos aguardar para ver!!









2 comentários:

  1. Eu não creio que esse iria conseguir viver tantos anos se fingindo de morto...

    ResponderExcluir