sábado, 27 de abril de 2013

Nikki Sixx - Unindo Música e Literatura!


Fala galera!

Esse é um belo post sobre duas coisas que gosto muito: Rock e literatura!
Acredito que todo mundo que curte o bom e velho Rock n' Roll conhece a banda Mötley Crüe.
Essa banda foi uma das mais notórias bandas de Rock dos anos 80/90, tanto pela competência de seus integrantes como músicos, quanto os excessos que fizeram: consumo industrial de drogas e bebida, brigas, sexo à vontade, sucesso...

Pra se ter uma ideia da importância do Mötley Crüe, Slash, o icônico guitarrista, disse em seu livro que o Guns n' Roses se inspiraram nessa banda para levantar a carreira!
Mas vou falar de um integrante em particular: o baixista do Mötley, Nikki Sixx.


Tido para muitos músicos como o maior compositor dos últimos 25 anos, foi o culpado pelo sucesso de sua banda. Mas tudo isso teve um preço alto demais: vício em drogas, paranoia, strippers, e tudo isso à beira do abismo.

Nascido Frank Carlton Serafino Feranna Jr, Sixx resolveu lançar em 2007, um livro baseado em um diário perdido a muito tempo, porém com potencial absurdo.
Chamado "Heroína e Rock n' Roll - O Diário de um Ano Devastador na Vida de uma Estrela do Rock (The Heroin Diaries, no original)", e conta em detalhes um ano na vida do músico, mais precisamente entre dezembro de 1986 à dezembro de 1987.


A história é extremamente tortuosa, quando Sixx estava no auge de sua carreira... e infelizmente de seu vício. No decorrer do livro - na verdade, no início e no final - sofre duas overdoses, sendo que a 1ª foi abandonado em uma lixeira.

O livro apresenta comentários adicionais tanto de Sixx, como seus companheiros do Mötley Crüe, agentes, amigos e familiares, entre outros. São relatos assustadores, coisas que ele fazia quando estava doido de drogas, tipo esses trecho abaixo:

"Não sinto minha alma. Essa escuridão tem sido minha única amiga. Minha nova mania é tomar litros de água antes de injetar coca e, então, vomitar tudo na bacia até minha cabeça explodir. Por quê? Por que não? Estou no ritmo de uma dança da morte nessa casa…" (p. 80).

Paranoia, neurose, e situações de completa doideira são contados de maneira bem crua.
O livro tem um acabamento de luxo, com páginas coloridas de preto e vermelho, com fotos e desenhos, na verdade é para dar um impacto de uma leitura pesada, é um belo livro de coleção!

Sixx A.M., Da esquerda pra direita: DJ Ashba, James Michael e Nikki Sixx.

E para ajudar, Sixx resolveu lançar um complemento para o livro: a trilha sonora, baseada na história.
Sua nova banda, chamada Sixx: A.M., e conta com músicos de calibre: com o próprio Sixx no baixo (e compositor), o multi-homem do Rock, o talentoso James Michael no vocal (pra quem não sabe, James tem uma puta potência vocal, uma bela voz mesmo, e é produtor/ compositor/ multi-instrumentista  e responsável pela 'ressurreição' do Mötley Crüe, e por álbuns importantes de bandas como Papa Roach, Alanis Morissette, Meat Loaf, Scorpions, The Rasmus, Saliva, The Exies, Sammy Hagar) e pelo excelente guitarrista DJ Ashba (atual guitarrista do Guns n' Roses, e na minha opinião, o sucessor do Slash).


Segue tracklist do álbum "The Heroin Diaries", que teve o 1º single (e mega sucesso) "Life is Beautiful":

"X-Mas in Hell"
"Van Nuys"
"Life Is Beautiful"
"Pray for Me"
"Tomorrow"
"Accidents Can Happen"
"Intermission"
"Dead Man's Ballet"
"Heart Failure"
"Girl with Golden Eyes"
"Courtesy Call" 
"Permission"
"Life After Death"

Clipe de "Life is Beautiful":



Já em 2011, Sixx teve outro projeto: após descobrir um novo vício, a fotografia, lançou um outro livro, chamado "This is Gonna Hurt (Isso Vai Machucar)"desta vez um pouco diferente: um livro parte fotos, parte história, mostra uma coisa muito diferente.


Com fotos de pessoas com deficiência, amputados, ou seja, fora dos padrões de beleza pré-estabelecidos pela sociedade, mas tudo com um significado: mostrar como elas são por dentro, que talvez sejam mais belas do que os bonitos que vemos na televisão.

Abaixo, um vídeo de apresentação do trabalho e algumas fotos do livro:





Algumas das fotos de "This is Gonna Hurt":
A vida através das lentes distorcidas de Sixx.

Da mesma maneira que fez com o livro "Heroína e Rock n' Roll", lançou um novo disco para complementar essa experiência, sob o mesmo título. Claro que as fotos de Sixx tiveram um grande impacto para Michael e Ashba, que conforme contam, "É possivelmente a experiência mais pessoal de todos".


Lançando o 1º single chamado "Lies Of The Beatiful People", teve grande receptividade do público e foi sucesso imediato. Segue tracklist do álbum "This is Gonna Hurt":

"This Is Gonna Hurt"
"Lies Of The Beatiful People"
"Are You With Me"
"Live Forever"
"Sure Feels Right"
"Deadlihood"
"Smile"
"Help Is On Way"
"Oh My God"
"Good Bye My Friends"
"Skin"

Clipe de "Lies of the Beautiful People":



Apenas o livro "Heroína e Rock n' Roll" saiu no Brasil, os álbuns e o segundo livro apenas importados mesmo. Vale a pena conferir, pois a leitura é ótima, e a sonoridade de qualidade, e ambos se complementam.

Fonte das fotos do livro "This is Gonna Hurt": Some Call me Sixx

2 comentários:

  1. Oi Bart !
    Nossa muito show e realmente Nikki Sixx teve uma vida muito conturbada,fiquei curiosa pra ler esse livro !!!

    ResponderExcluir
  2. I have just downloaded iStripper, and now I can watch the hottest virtual strippers on my desktop.

    ResponderExcluir