quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Street Fighter nos Quadrinhos e o Novo Mangá Alpha

Fala galera!

Como fã de tudo que sai do Street Fighter, tenho que dizer que estava um tanto quanto revoltado.
Quem visita sites gringos de quadrinhos e mangás, existe um sem número de séries do SF.
Aqui no Brasil, foi uma coisa bem superficial, e tenho que aplaudir a antiga editora Escala por tentar trazer essa série pra esta terra esquecida.


A princípio, saíram duas ou três edições de "mangás", mas eram mais de zoeira, ao invés da pancadaria que todos estavam aguardando. Os desenhos eram bem fraquinhos, mas serviram por hora pra matar a curiosidade do povo.


As capas das primeiras edições de SF: poderia ser melhor, creio eu...


Então a editora Escala conseguiu trazer o que seria a revolução em termos de quadrinhos de games:
Street Fighter II, com belos desenhos, e uma temática mais adulta. Quem produziu essas histórias na gringa foi a Malibu Comics. Era isso que a galera precisava!

Segunda tentativa dos quadrinhos: Até deu certo, mas...

Mas a Malibu deu mancada: fez uma curva muito torta na história dos personagens do game, como por exemplo, o Ryu ter um caso romântico com a Chun Li, e o que arrebentou com tudo foi o Sagat, a mando de Vega (ou M.Bison), matar o Ken, logo na segunda edição!!!

A Capcom não gostou muito disso, e na terceira edição suspendeu a produção. Ou seja, deste novo quadrinho, apenas três edições lançadas.
Mas como a editora Escala viu o potencial do material, e a carência de quem curtia SF, continuou a produção dos quadrinhos, com desenhistas e roteiristas nacionais! Uma bela sacada!!


As edições da edição 100% nacional: a Escala fez o que todos queriam:
Porradas e ninguém morria! Valia a pena comprar!!


Claro que a pancadaria rolava solta, e até o Akuma teve sua história. Mas também chegou ao fim, infelizmente.
Teve também uma série com quatro edições, o "Street Fighter Zero", inspirado no game SF Zero 3, que foi um sucesso do cacete por aqui. Mas apenas quatro edições mesmo.

SF Zero: Qualidade, pena que durou pouco...

E neste ano, a editora New Pop nos traz o premiado mangá Street Fighter Alpha, de Masahiko Nakahira.
O mangá conta a história do Ryu, que começa a ser atormentado pelo "Satsui No Hadou" (ou Dark Hadou), e isso chama atenção da organização Shadaloo, que promove lutas clandestinas para encontrar lutadores fortes.


Com acabamento de primeira, 168 páginas, desenhos primorosos e preço camarada (R$ 19,90), serão apenas duas edições. Mas pela importância deste mangá, será um presente para os fãs.


Quando digo importância, imaginem só: o Evil Ryu foi acrescentado no game por causa deste mangá. Tá bom assim?

Curte Street Fighter? Compre já sua edição!
Eu já li o minha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário