segunda-feira, 30 de setembro de 2013

O Rock n' Roll e o Crime

Fala galera!

Este é um assunto que gostaria de ter tratado antes, mas fiquei polindo o texto, dando um trato pra não parecer tão inventivo. Lá vai!

Esse é um assunto bem polêmico.
O Rock n' Roll é atacado como sendo música do diabo, a pelo menos, 60 anos.
Talvez muito disso se deva ao fato que seu antecessor, o Blues (mais especificamente o Delta Blues) era cheio de lendas, como no caso mais famoso, de Robert Johnson, que "vendeu" a alma para o diabo.
Elvis Presley, o Rei do Rock, já era tachado de maligno, devido às suas danças.

Tenho duas perguntas que quero fazer pra quem estiver lendo esse texto, uma é: até que ponto a música pode influenciar uma pessoa? Até que nível emocional ou psicológico o Rock pode interferir diretamente no comportamento das pessoas que ouvem o estilo?


Vou citar abaixo alguns casos que impactaram bastante para o aumento dessa citação de "música demoníaca":

- Charles Manson, talvez o assassino serial mais famoso da história, acreditava que a música “Revolution n° 9” (do "White Album", dos Beatles) era uma referência a passagem da Bíblia “Revelação n°9” que fala de apocalipse e profecia. Ele acreditava que os Beatles falavam com ele através das muitas interpretações de suas canções. Ainda Manson acreditava que o álbum falava de revolução inter-racial e da batalha do Armageddon, que os 4 Beatles eram os 4 Cavaleiros do Apocalipse, sendo Charles o 5º Cavaleiro, citados na Bíblia.

Charles Manson.

White Album dos Beatles, 'inspiração' de Charles.

- O satanista Richard Ramirez, conhecido como Night Stalker, que aterrorizou a califórnia na década de 80, tendo matado mais de 14 pessoas, se declarou um grande fã do AC/DC. 

Richard Ramirez e o famoso pentagrama em sua mão.

- Os pais do garoto Steve Boucher, que se suicidou com um tiro na cabeça, tentaram processar a banda AC/DC dizendo ser a música "Shoot to Thrill" a responsável. O garoto se suicidou sentado sobre um poster do AC/DC. 

- Em fevereiro de 1986 foi encontrado o corpo enforcado do garoto Phillip Morton, enquanto ao fundo o disco The Wall (com as músicas "Goodbye Cruel World" e "Waiting for the Worms") tocava continuamente. 

- Em San Antonio, Texas, um garoto de 16 anos matou uma tia a punhaladas e contou à polícia que no momento do crime estava hipnotizado pela música do Pink Floyd, não podendo sequer se lembrar do ocorrido. 


- Em outubro de 1984 John McCollum, de 19 anos, se matou com um tiro na cabeça enquanto ouvia "Suicide Solution" de Ozzy Osbourne. Ele ainda estava com os fones de ouvido quando o corpo foi encontrado.  


- Em dezembro de 1985 dois garotos de 18 anos, Raymond Belknap e James Vance, depois de ouvir "Beyond the Realms of Death" (Judas Priest), foram ao playground de uma igreja próxima e se suicidaram com tiros de espingarda. Os pais tentaram mover uma ação contra o Judas Priest.  

- Dennis Bartts, 16 anos, de Center Point, Texas, informou a um amigo que pretendia encontrar Satan, foi ao campo de futebol da escola e se enforcou na trave enquanto ouvia "Highway to Hell" (AC/DC) em um walkman. 

- Em 9 de janeiro de 1988 Thomas Sullivan, 14 anos, fã de Ozzy Osbourne, cortou a garganta da mãe e se suicidou em seguida. 

- Em 12 de abril de 1985, um garoto fanático por heavy metal de 14 anos matou três pessoas. O garoto (que tinha tatuado um grande 666 no peito) informou estar dominado por Eddie (mascote do Iron Maiden) quando cometeu os assassinatos. 


- Em 1987 foi capturado o assassino serial, ocultista e canibal Gary Heidnik. Em sua casa na Philadelfia os vizinhos escutavam heavy metal durante todo o dia. 

Gary Heidnik.

Dois casos daqui do Brasil:

- Na madrugada de 06 de janeiro de 1985 em São Paulo, Roberto Agostinho Peukert Valente,um jovem de 18 anos, quando ouvia música rock tarde da noite, ficou totalmente fora de si, ao ser repreendido pela mãe. Irado, depois de 20 minutos, acabou matando os pais e mais 3 irmãos a tiros e facadas. 07/01/1985 - Depois de preso, foi apurado que era aficionado pelo som das bandas Chilliwack (do Canadá), Yes, Eletric Light Orchestra e Pink Floyd.

- Monica Granuzzo Pereira, estudante carioca de 14 anos de idade, foi assassinada por 'apreciadores' do Heavy Metal, que segundo se relatou na época, ouviram vários destes discos antes de cometerem o crime

E um dos mais famosos da história:

- Em 20 de abril de 1999 no Condado de Jefferson, Colorado, Estados Unidos, no Instituto Columbine, onde os estudantes Eric Harris (apelido ReB), de 18 anos, e Dylan Klebold (apelido VoDkA), de 17 anos, atiraram em vários colegas e professores.
Diziam na época que os atiradores eram fãs de Marilyn Manson.

Imagens das câmeras de segurança da instituição Columbine.

Todos esses fatos foram abordados pela imprensa, são reais mesmo, não são lenda.
Psicólogos tentam explicar, a censura tenta coibir, e o governo tenta bloquear.

A segunda pergunta que vou fazer é: o que será que essas pessoas ouviram nesses casos?
Não as bandas, mas terão sido realmente mensagens ocultas?
Ou serão mentes delirantes, que interpretaram músicas como eles bem entendem?

E vocês, o que acham?

3 comentários:

  1. Bart,sumido rsrsrsrs
    Sinceramente,são pessoas com distúrbios que,ao ouvirem as músicas pensam que estão sendo passadas a elas algum tipo de mensagem,provavelmente eles devem ter algum histórico de problemas como depressão,alucinações ou coisa parecida,e como em suas mentes doentias acabam acreditando que as felizes portadoras de mensagens,acabam cometendo os crimes,ou é tudo uma simples desculpa para não se sentirem culpados,as explicações são muitas e complexas...

    ResponderExcluir
  2. Depende da maluquice de cada pessoa; Rock não é para qualquer um.

    ResponderExcluir
  3. There's SHOCKING news in the sports betting world.

    It's been said that every bettor must watch this,

    Watch this now or quit betting on sports...

    Sports Cash System - Advanced Sports Betting Software.

    ResponderExcluir